Quando uma mulher engravida, o seu corpo começa a mudar e não pára de fazê-lo até dar à luz. É nesse momento que o período pós-parto começa, o que envolve a realocação os seus orgãos, mas é um processo lento que dura entre 9 e 12 semanas. O exercício durante a gravidez também é altamente recomendado, pois ajuda a não ganhar excesso de peso e recuperar seu peso normal mais rapidamente depois de ter o bebé.

Após o parto, é possível ter diferentes sintomas e alterações no corpo, como os que indicamos abaixo, que pode evitar ou melhorar com a ginástica pós-parto:

Mais cansaço: isso é algo que já sabemos. Depois de ter o nosso bebé, estaremos mais cansados, principalmente devido à falta de sono e ac uma nova rotina que teremos que nos acostumar pouco a pouco.

Pélvis fraca ou dorida: é causada pelo peso pesado que a pélvis suporta durante a gravidez e, uma vez terminada, pode deixá-la muito fraca ou até danificada, o que pode causar perda de urina ou incontinência.

Desequilíbrios posturais das costas e da pélvis: após o parto, pode começar a notar dores na região lombar causadas por posturas incorretas.

Durante esse período, evite praticar desportos de impacto, como corrida ou esforço com os abdominais. Além disso, recomendamos que, antes de começar a fazer qualquer tipo de exercício ou treino, consulte seu ginecologista ou médico, pois eles serão a melhor pessoa para aconselhá-la sobre como fazê-lo e quando começar, dependendo do seu caso. Os exercícios mais recomendados que pode fazer durante o período pós-parto são:

Fisioterapia: essencial para adotar uma boa postura e evitar dores nas costas. Pode ser trabalhada através de vários exercícios, mas um dos mais famosos e eficazes são os exercícios hipopressivos.​
Pilates: ajuda a fortalecer a pélvis e a parede abdominal, ajudando a fazer desaparecer a barriga que permaneceu após a gravidez. Além disso, ganhará flexibilidade e melhorará sua postura corporal. Geralmente, é recomendável começar a praticar 6 meses após o parto.​
Exercícios de Kegel: uma das recomendações que certamente lhe farão. O objetivo destes é fortalecer os músculos do pélvis para combater a incontinência e as pequenas perdas de que falamos antes. O ideal é realizá-los diariamente para que a sua recuperação seja rápida e fácil.​

Durante as primeiras semanas após o parto não é recomendável praticar exercício. É um período em que deve descansar e dar tempo ao seu corpo para se adaptar à sua nova condição física. Depende do tipo de parto que teve, ou da idade, por exemplo, que tornará sua recuperação mais rápida ou mais lenta.

#ginasticapósparto​
#atividadesemcasa​
#kiabiemcasa​